The Woyames

Recôncavo Bahiano março 18, 2009

Pr: Anotem aí, letra c, Recôncavo Baiano…
Eu: Re-côn-ca-vo Bahiano…
Igor: Professor, Recôncavo Baiano é sem H né?
Pr: Aham, é sim.
Igor: PAULA, SUA BURRA, AONDE TEM H NO BAIANO?
Eu: ME DEIXA IGOR!!!!!!! SOU DESPROVIDA DE INTELIGÊNCIA, TALIGRADO?
(Risadas a mil)
Thiago: Tu escreveu Baiano com H?
Eu: Escrevi ok, no meu mundo-lindo-de-morrer, Baiano é com H.
Thiago: Teu mundo paralelo né, Paulinha?
[…]
Thiago: Aí Igor, implicar com a Paula é legal, né?
Igor: Aham, implicar com a Paula é a coisa mais legal daqui.
Thiago: Que tal a gente chamar ela de Bahiana agora?
Igor: Com H, claro.
*E eu ali do lado deles ouvindo tudo*

Aí depois do recreio, estou eu feliz e contente voltando para a sala e vejo a mesa do Thiago toooooooooda rabiscada de giz.

Não fui eu HUAHAUHA

Enfim:
Eu: Thiago, sua mesa está tão amarela *-* KK
Thiago: Paula, chega aí.
*Eu idiota chego perto, né… E SABE O QUE ELE FEZ? PEGOU MINHA MÃO E COMEÇOU A APAGAR O GIZ DA MESA DELE!1!!11!*
Eu: THIAGO, SOLTA MINHA MÃO KCT, VOU TE MATAR, CARA! ME LARRRRRRRRRRRRRGA, GRRRRR.

No final das contas fomos todos jogar adedanha na aula de álgebra II, como lindas crianças bem comportadas e felizes *-* E quando acabamos fui jogar jogo da velha com o Igor e adivinhem só:

E EU GANHEI DELE NO JOGO DA VELHA, MUAHAHAHAHA

E com as minhas mãos lindamente amarelas.

Anúncios
 

Eu tenho a força, sou invencível março 17, 2009

Ok, talvez não invencível, mas pelo menos, eu tenho a força! É que essa música ficou na minha cabeça o dia todo. Até meio que fiz ela ficar na cabeça de uma outra amiga minha.

Massssssssssssss veja: eu estou postando! E só foram 4 dias de espera, HAHA eu disse que conseguiria… Ou não, hmm.

Tá legal que hoje foi um dia muito engraçado no colégio, embora hoje eu tenha três tempos de aritmética e depois mais três de geometria, eu zoei muito e ri litros com as minhas novas coleguetes *-*

Mas ontem… Fomos eu, Luana, Mariana e Nathalia (todas do colégio novo, uhul) almoçar lá pelo Méier, pois teríamos aula 13:20 e não dava tempo de ir até em casa e voltar. Sendo que eu estava servindo de guia para a Nat porque ela estava com uma espinha enorme na testa (é sério, enorme) e não queria que ninguém olhasse. Então ela meteu a Capricho na cara, e eu tive que guia-la pelas ruas. Parte hilária um, hihi.

Então passamos na frente do outro colégio lá (sou muita específica, haha) e encontrei uma amiga minha ali na frente. Atravessei a rua e fui falar com ela, aí apareceu mais uma amiga, depois mais dois amigos, ou seja, deixei a Nat batendo de cara nos posts e tentando achar a Mari e a Luana enquanto eu ia falar com meus amigos-super-sumidos-que-eu-não-via-a-galáxias. Imagina só 😀

No final deixei meus amigos lá e fui para o restaurante com as meninas. Eu como somo sou muito discreta, tratei de ficar zoando com os meninos desprovidos de muita beleza que passavam, hihi. Sendo que, como eu disse, sou muito discreta, acabei falando um pouco alto demais e o tal grupinho de gatinhos ouviu.

Aí começou o momento crítico HAUAH Eles passaram pela gente, e depois voltaram pra tentar conversar conosco. Nisso vimos que eles estavam voltando e saímos correndo, mas ainda tinhamos que pagar… Enquanto isso eles voltando. Saí arrastando minha mochila pelo chão e empurrando todas elas.

Saímos de lá iguais a umas malucas e agora elas estão com medo de almoçar comigo *-*

Mas que foi maneiro foi HAUAHA